COMPARTILHAR

Viver em comunidade é algo muito positivo. Atualmente, a correria do dia a dia nos faz esquecer disso. Contudo, para conseguir aproveitar a convivência com os vizinhos, é necessário respeitá-los. Por isso, entender a importância das regras do condomínio é fundamental.

Algumas pessoas interpretam esse tipo de regulamento como algo que poda a liberdade do morador. No entanto, as regras do condomínio são um instrumento fascinante da capacidade humana de buscar o bem-estar coletivo. Não acredita? Então, leia este artigo até o final!

A Lei do Silêncio e o direito ao descanso

Todos gostam de festejar, não é mesmo? Conversar e rir com amigos e familiares é revigorante. No entanto, é preciso entender que, se um vizinho entrou em contato, reclamando do volume das conversas, isso não é um tipo de censura, mas um aviso.

Esse aviso pode ser o de que ele tem um parente acamado, que precisa de repouso e não está conseguindo dormir, ou, até mesmo, uma criança recém-nascida em casa, que se assustou com o barulho.

A Lei do Silêncio, presente em grande parte dos municípios, não tem como meta coibir festas, mas garantir o descanso de todos. Se a sua cidade não tem essa lei, lembre-se de que as regras internas do condomínio são levadas em consideração em processos judiciais. Portanto, respeite-as.

O cuidado com o espaço coletivo representa a defesa da sua propriedade

É triste quando se anda pela cidade e percebe-se o descaso dos moradores com o espaço público, não é verdade? Agora, imagine presenciar danos dentro do condomínio?

Para evitar que todos os moradores paguem, literalmente, pelo descaso de alguns, os condomínios costumam multar aqueles que danificaram objetos ou estruturas de uso comum. Essa é uma das regras do condomínio mais simples de se seguir — basta cuidar do que também é seu.

O respeito à coleta de lixo é um ato de empatia

A equipe de limpeza de um condomínio precisa estar atenta para evitar reclamações. O mau cheiro pode gerar desconforto entre os moradores e o lixo pode atrair animais. Por isso, é justo que as pessoas reclamem.

Agora, e se esses problemas forem gerados pelo descaso de um vizinho? Alguém que, em pleno século XXI, não separa o seu lixo, coloca-o na lixeira fora do horário adequado ou não tem o cuidado básico ao amarrá-lo?

Essa negligência gera mal-estar, mas também prejudica o trabalho dos zeladores que podem levar uma bronca desnecessária. Além disso, um saco de lixo desamarrado pode sujá-los, colocando-os em contato com algum tipo de material contaminante.

Para finalizar, lembre-se de que muitas pessoas trabalham coletando materiais recicláveis. É desse ofício que elas tiram o sustento para sua família. Por que não as ajudar separando o lixo orgânico do reciclável?

Como vimos neste artigo, as regras do condomínio não são medidas impostas para cercear a liberdade de alguém, mas, para garantir os direitos dos moradores. Comprar um imóvel é um investimento muito importante, por essa razão, os vizinhos devem cooperar para que tenham uma convivência harmoniosa.

Gostou deste artigo sobre regras do condomínio? Então, não deixe de seguir nossa página no Facebook! Assim, você terá dicas incríveis na sua timeline!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here